quinta-feira, 31 de março de 2016

TRABALHO REALIZADO POR PROFESSORA DO PROGRAMA DE ESCOLARIZAÇÃO HOSPITALAR GANHA DESTAQUE.



Texto produzido por estudante do Programa de Escolarização Hospitalar de Curitiba no Hospital Pequeno Príncipe atendida pela professora Eluane Miriam Santos Sanchez, vira publicação em Blog do Setor de Educação e Cultura da Instituição de Saúde.

 Muito boa a reportagem!
Parabéns!!! Nós, do Programa de Escolarização Hospitalar da Secretaria Municipal da Educação de Curitiba, ficamos orgulhosos de nossa parceria em busca de um trabalho pedagógico de qualidade e tão importante!
 https://1.bp.blogspot.com/-Ol20xgYQMbU/Vv0BwxBIihI/AAAAAAAABok/qakRuXnzqxgvwpvYDzf-2qFifftqNKq6w/s320/paola%2Bgeovana%2Bmalinski%2B%25285%2529.JPG
Educação e Cultura Hospital Pequeno Príncipe: Você sabia que no Hospital também estudamos?: Eu estou em tratamento no Hospital Pequeno Príncipe e esta reportagem é para mostrar que atualmente as crianças internadas em hospital n...

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

II CONGRESSO INTERNACIONAL DE PEDAGOGIA HOSPITALAR NA COLOMBIA

Segundo Congreso Internacional de Pedagogía Hospitalaria en Colombia - CPHCOL2015, un evento académico que convoca a expertos nacionales e internacionales en pedagogía hospitalaria y a maestros y profesionales, que conforman los equipos de salud y participan en las actividades educativas de las aulas hospitalarias colombianas.
                             
Invitamos a visitar el sitio web de nuestro congreso http://cphcol.innovaipltda.com y a seguirnos en las redes sociales para obtener mayor información sobre los expertos y detalles de la agenda académica y de las actividades a desarrollar durante el CPHCOL 2015.



 

Para completar su proceso de inscripción, debe seguir los siguientes pasos:
1.    El valor de la inscripción al CPHCOL 2015 es de USD 100. Tenga en cuenta la tarifa que aplica para su inscripción de acuerdo a los siguientes esquemas de descuento:
a.    Tarifa especial de USD 60 pagando antes del 31 de octubre
b.    Pagando después del 31 de octubre y antes del 30 de diciembre 25% de descuento.
c.    Pagando después del 30 de diciembre y antes del 28 de febrero 15% de descuento.
d.    Para grupos de 5 a 10 personas realizando un solo pago por las inscripciones 25% de descuento sobre el valor de las inscripciones.
e.    Para grupos de 10 o más personas realizando un solo pago por las inscripciones 30% de descuento sobre el valor de las inscripciones.
f.     Plan referido: por cada tres referidos que se vuelvan efectivos se realizara un 15 % de descuento adicional sobre el valor de tu inscripción.
g.    Entidades y empresas aliadas: 40% de descuento.
h.    Estudiantes universitarios: Tarifa Especial de USD 65 presentando carnet vigente.
2.    Realizar la consignación del valor de la inscripción en la siguiente cuenta bancaria:
a.    Nombre de Empresa: Innovadores de Ideas y Proyectos Ltda. - (INNOVA&IP LTDA)
NIT (Número de Identificación de la Empresa): 900.319.939-6
Banco: Davivienda
Tipo de Cuenta: Cuenta de Ahorros
Número de Cuenta: 462900015548
SWIFT: cafecobb
Código de Banco: 51
3.    Una vez realizado el pago debe escanear el soporte de la transacción y enviarlo al email: cphcol2015@innovaipltda.com
4.    Una vez recibamos el soporte de la transacción queda formalizada su inscripción al CPHCOL 2015, le enviaremos la factura digital por concepto de inscripción al CPHCOL 2015 a su email.

La invitamos a conocer las memorias del Primer Congreso Internacional de Pedagogía Hospitalaria en Colombia - CPHCOL2014, en el que se consignan las ponencias y aportes de los expertos que participaron, en la siguiente dirección: http://cphcol.innovaipltda.com/agenda2014 este material bibliográfico sirve como   marco para su participación en el CPHCOL2015.

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

XVIII SEMANA DE EDUCAÇÃO UFMS

XVIII SEMANA DE EDUCAÇÃO UFMS: formação de professores, pesquisas, práticas e educação inclusiva. (ISSN 1809-1016)


Três Lagoas (Mato Grosso do Sul), 05 a 08 de NOVEMBRO de 2014.
Envio dos Trabalhos: prazo prorrogado para 30 de Agosto de 2014submissao.ufms2014@gmail.com

A Semana de Educação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS, Campus de Três Lagoas - CPTL, apresenta-se como um evento Nacional que busca articular diferentes iniciativas acadêmico-científicas em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Educação (UFMS/Campo Grande) e Programa de Pós-Graduação em Letras (UFMS/CPTL).

CHAMADAS DE ARTIGOS
Modalidades de envio de resumos para avaliação: Banner (a ser publicado nos anais como resumo expandido) ou Comunicação oral (a ser publicado nos anais como Artigo completo). Os resumos aprovados serão publicados nos Anais do evento (ISSN 1809-1016).  
                                                                                                                                                         
Cada inscrito tem direito a submeter (no máximo) dois trabalhos (um como autor/a e outro em coautor/a ou os dois como coautor/a).

Todas as submissões deverão ser enviadas, EXCLUSIVAMENTE, para o e-mail: submissao.ufms2014@gmail.com

Não serão considerados os resumos submetidos por qualquer outro meio ou endereço.

Os Resumos devem ser enviados até: Prazo prorrogado para 30 de Agosto

EIXOS TEMÁTICOS

(1) Educação, Cultura e Sociedade Contemporânea;

(2) Políticas Públicas e Gestão;

(3) Pesquisa e prática pedagógica com crianças em instituições de educação infantil;

(4) Pesquisa e prática pedagógica com crianças dos anos iniciais do ensino fundamental;

(5) Políticas Públicas, Formação e Prática Docente na Educação Inclusiva;

(6) Classe Hospitalar: atendimento escolar ao educando hospitalizado.

terça-feira, 10 de junho de 2014

PROJETO - BULLYING NÃO É BRINCADEIRA!

Cidade do Conhec

 O Projeto será desenvolvido com a participação das Professoras do Programa de Escolarização Hospitalar e das Salas de Recursos Multifuncionais da SME - Curitiba.

Notícias

 
.
.

Projeto combate bullying nas unidades escolares


Postado por: CLAUDIA MUNIZ
Fonte: Por Cristiane Guancino
Data de publicação: 09/06/2014










"Bullying não é brincadeira" é o novo projeto da Secretaria Municipal da Educação, lançado nesta segunda-feira (09) para trabalhar o tema entre os 140 mil estudantes da rede municipal de ensino de Curitiba. O lançamento foi no anfiteatro da Unibrasil, no Tarumã, com a entrega de kits de materiais que integram o projeto.

Também houve apresentação da palestra “O preconceito: raízes e erradicação”, ministrada com o psicólogo e mestre em educação, Marcos Meier.

Desenvolvido pela Coordenadoria de Atendimento as Necessidades Especiais, da Secretaria Municipal da Educação, o projeto tem duas frentes. A primeira, de orientar os profissionais das escolas, Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e demais unidades escolares sobre o que deve ser feito para evitar bullying. O termo em inglês foi amplamente adotado para definir os atos violentos, intencionais e repetidos cometidos contra uma pessoa indefesa que causam danos físicos e psicológicos aconteçam.

A segunda é envolver de forma lúdica e atrativa os estudantes e suas famílias na discussão sobre a necessidade de respeito à singularidade e diversidade de todos no ambiente educacional. Para isso, foram produzidos kits compostos por cinco bonecos coloridos, confeccionados em material plástico e acompanhados de uma apostila que apresenta as singularidades de cada personagem.

Nina, Lilo, Max, Teco e Lisa são personagens fictícios, mas suas características podem ser encontradas nas unidades escolares. Lilo é pessoa com autismo, o colega Teco tem deficiência visual, Lila não ouve e não fala, enquanto Max faz uso de cadeira de rodas. Devido ao tratamento de uma leucemia, Nina perdeu os cabelos e é careca.

O quinteto foi criado para sensibilizar as crianças e suas famílias sobre as diferenças individuais encontradas nos espaços educacionais. Desenvolver a cultura de respeito entre as crianças é fundamental, em especial quando se trabalha com a inclusão de estudantes com crianças com necessidades educacionais especiais.

“Por meio de suas histórias de vida buscaremos sensibilizar a comunidade escolar sobre as diferenças individuais de cada indivíduo, estimulando o respeito às singularidades, às diversidades, às deficiências e às necessidades educacionais especiais”, disse a secretária municipal da Educação, Roberlayne Borges Roballo.

Criados por Cláudia Percinoto e Viviane Pereira Maito, da Coordenadoria de Atendimento as Necessidades Especiais, da Secretaria Municipal da Educação, os personagens servirão para atividades integradas entre as unidades de ensino e às famílias.

“É uma ação bastante lúdica, mas que ajudará a desenvolver entre os estudantes a formação da cidadania e a convivência saudável a partir da discussão de temas que envolvem preconceitos implícitos e explícitos da nossa sociedade”, explica Elda Cristiane Bissi, da Coordenadoria de Atendimento as Necessidades Especiais da Secretaria Municipal da Educação.

Uma das primeiras diretoras a receber o kit, Leni Gonçalo Vindmontas, da Escola Municipal Sobral Pinto, considerou o projeto um importante reforço nas ações e inclusão desenvolvidas na escola, que tem entre os matriculados estudantes autistas e usuários de cadeiras de rodas. “Trabalhar com a informação é sempre o melhor caminho para termos ações assertivas. Por meio do projeto manteremos os profissionais informados e assim poderão incentivar o respeito entre as crianças”, disse Leni.

Personagens

As crianças aprovaram a metodologia do projeto com o quinteto de personagens que estimulam questões de cidadania. “É sempre importante lembrar aos colegas que precisamos ter respeito uns com os outros”, diz o estudante Renato Soares Bastos, de 11 anos.

Aluno da Escola Municipal João Papa XXIII, no Novo Mundo, o garoto pertence a turma atendida nas Salas de Recursos para estudantes com altas habilidades. “Já sofri bullying na escola e sei da importância dos colegas saberem que algumas atitudes podem prejudicar aos outros”, disse Renato.

Renato e outros quatro colegas foram convidados a gravar as vozes dos personagens do projeto para o vídeo que apresenta o trabalho para as escolas. O desenhos dos personagens foi produzido pelo o arte educador e coordenador do projeto EduCultura pela secretaria municipal da Educação, Fúlvio Pacheco.
imento

sábado, 22 de fevereiro de 2014

ISEMINÁRIO DA ESCOLARIZAÇÃO HOSPITALAR - FORMAÇÃO COLABORATIVA

Teve início no dia 21 de fevereiro o "I Seminário da Escolarização Hospitalar" da SME de Curitiba.
O evento  ocorrerá ao longo desse ano e tem como objetivo proporcionar e estimular momentos de pesquisa e estudo dos conhecimentos elaborados cientificamente sobre temas de interesse para o profissional que atua no PEH (Programa de Escolarização Hospitalar). Por meio do processo de aprendizagem colaborativa que de acordo com Bessa & Fontaine (2002) é uma filosofia pessoal, em que as pessoas de um grupo buscam respeitar e destacar as habilidades e contribuições individuais. Todos os membros do grupo são co-responsáveis por atingir as metas ou objetivos, contribuindo para a formação continuada e possibilitando a reflexão sobre a prática a luz da teoria.
O primeiro tema tratato pela professora Claudia Galego Dias que atua no Hospital de Clínicas do Paraná foi: Desafios e conquistas do PEH.
Estamos felizes em receber também 18 profissionais do SAREH, Programa da Secretaria Estadual da Educação do Paraná, para compartilhar conosco suas experiências e aprender com o nossa equipe de maneira colaborativa.



Professora Cláudia e a turma 2 período da tarde.

 

VISITA DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DO RIO GRANDE DO NORTE.

Recebemos nesse mês de fevereiro a visita da profissional responsável pela Escolarização Hospitalar na Secretaria da Educação do Rio Grande do Norte,  Adrianna Flávia Melo Pereira Guimarães, que conheceu duas das instituições em que temos o Programa, sua dinâmica e profissionais.
Tendo o Programa de Escolarização Hospitalar da SME de Curitiba como uma referência, a profissional veio conhecer de perto nossa experiência que vem dando certo. Um orgulho para nós podermos contribuir e aprender também com a caminhada do Programa naquele Estado.
Obrigada pela visita e volte sempre, pois um mais um é sempre mais que dois.
Adriana com Maria do Carmo (professora do Programa no Hospital de Clínicas do Paraná)

domingo, 9 de fevereiro de 2014

1° CONGRESSO NACIONAL SOBRE ATENDIMENTO AO ESCOLAR TRATAMENTO DE SAÚDE

A Unifesp através de seu Departamento de Pediatria, tem por missão integrar-se com a sociedade a fim de estimular e implementar cuidados com a saúde e o bem estar da criança e do adolescente, gerar conhecimentos , oferecer assistência integral à saúde, formar e capacitar pediatras e profissionais afins .
Em consonância com os objetivos institucionais o atendimento ao escolar no ambiente hospitalar acontece como estimulo ao desenvolvimento global do escolar em tratamento de saúde, através de uma abordagem inclusiva que acolhe a diversidade e prepara o aluno para sua reintegração no Ensino Regular .
Legalmente amparada e reconhecida como recurso que repercute positivamente na recuperação da saúde do aluno, as Classes Hospitalares e os Atendimentos Ambulatoriais tem por objetivo estimular a inclusão escolar e social por meio de uma proposta pedagógico-educacional que não abdica do lúdico como veículo importante na construção do conhecimento mas que também promove intervenções quando se observa a defasagem idade-ano escolar, o baixo desempenho acadêmico e, mesmo, o fracasso ou evasão escolar.
 

sábado, 2 de novembro de 2013

II ENCONTRO "AO MESTRE COM CARINHO"

Aconteceu no último dia 31 o II Encontro - AO MESTRE COM CARINHO: Subsídios da Escolarização Hospitalar para estudantes de cursos de Pedagogia, no Hospital Erasto Gaertner em Curitiba, Paraná.
O evento foi organizado pelas professoras que atuam naquele hospital pelo SAREH e pelo Programa de Escolarização Hospitalar da Secretaria Municipal da Educação de Curitiba e reuniu professores e alunos do curso de Pedagogia da PUCPR e da FACINTER.
Esse evento representa a oportunidade de dar visibilidade aos Programas e suas ações, além de oportunizar o conhecimento e a retirada de dúvidas sobre essa modalidade de ensino.





O Projeto foi iniciado em junho e foi baseado na experiência de duas professoras que atuam em São Paulo no  Hosp Inf. Cândido Fontoura, Angela Sanchez e Cidinha que denominam a atividade semelhante como "Visita Técnica.
Iniciativas como essa precisam ser divuldas e reproduzidas em outras regiões do País.
Mãos à obra profissionais envolvidos nesse contexto!

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

“ENCANTAMENTO EM RETALHOS”

 
O Projeto de iniciativa das professoras Angela e Cidinha que atuam na Classe Hospitalar HICF de São Paulo, proporcionou de maneira criativa e diferenciada o intercâmbio entre os estudantes e professores que atuam nos programas de escolarização hospitalar no Brasil[1] O Programa de Escolarização Hospitalar da SME Curitiba fez parte desse Projeto e contribuiu com “obras” de estudantes atendidos nos Hospitais de Clínicas do Paraná e no Erasto Gaertner.

O Projeto foi desenvolvido por meio de atividades pedagógicas envolvendo leitura de Contos de Fadas, Lendas e Fábulas, reescrita e ilustração promovendo e estimulando a imaginação, a fantasia, o encantamento e a interpretação, finalizando com a construção desse Painel.
Em exposição durante uma semana de outubro no Hall do Centro de Capacitação da SME de Curitiba

 
Exposição durante uma semana de outubro no Hall do Edifício Delta que acolhe algumas Secretarias de Curitiba  além da Secretaria Municpal da Educação.
      Comentários positivos e muitas fotos tiradas por profissionais da Educação de Curitiba foram relatadas pelos profissionais que permanecem diariamnte no local, que chegaram a pedir que o painel permanecesse por lá.
Agradecemos as professoras paulistanas pela oportunidade que foi oferecida as profissionais do Programa de Escolarização Hospitalar de Curitiba de participar dessa realização!

[1] No ano de 2011 estão registrados 128 espaços onde se desenvolvem as ações pedagógicas em ambiente hospitalar distribuídos pelas 5 regiões do País.